coleprecor

Início » Não indexados » Ministro Ives Gandra Filho anuncia aprovação de PLN12 que abre crédito suplementar para JT

Ministro Ives Gandra Filho anuncia aprovação de PLN12 que abre crédito suplementar para JT

img_2263O Congresso Nacional aprovou na última terça-feira (18), o PLN 12/2016, que abre crédito suplementar para diversos Tribunais Regionais do Trabalho. O montante, que supera o valor de R$ 187 milhões será um reforço de dotações constantes da Lei Orçamentária atual. A proposta segue agora para sanção presidencial.

Os recursos correspondem às receitas próprias, provenientes de excesso de arrecadação dos Regionais.

Se aprovado, o texto beneficiará diretamente os TRTs da 1ª Região (RJ), da 3ª Região (MG), da 4ª Região (RS), da 6ª Região (PE), da 7ª Região (CE), da 8ª Região (PA/AP), da 9ª Região (PR), da 10ª Região (DF/TO), da 11ª Região (AM/RR), da 12ª Região (SC), da 14ª Região (RO/AC), da 16ª Região (MA), 17ª Região (ES), da 18ª Região (GO), da 21ª Região (RN), da 23ª Região (MT), e da 24ª Região (MS).

A informação foi divulgada pelo presidente do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Ives Gandra Martins Filho, ao longo da 7ª reunião ordinária do Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho (Coleprecor), realizada nesta quarta (19).

Ajuste fiscal

Ao longo do encontro, o presidente do CSJT e TST esclareceu que o pedido de retirada dos 32 Projetos de Lei da Câmara dos Deputados, que previam a criação de cargos no CSJT, TRTs e varas do trabalho, permitiu uma maior abertura no Congresso Nacional para negociações que tratam do ajuste fiscal, previsto na PEC 241/2016.

“É necessário que somemos esforços, infelizmente não há dinheiro para tudo e não podemos passar o ano de 2017 na mesma situação que enfrentamos este ano”, frisou. “Se o ajuste fiscal não for feito não teremos dinheiro nem para pagar os salários atuais até o segundo semestre do ano que vem,” complementou.

Ele destacou que, das 19 emendas apresentadas de forma geral à PEC, apenas quatro foram admitidas e, uma delas, se aprovada, beneficiará a Justiça do Trabalho em R$ 100 milhões.

Ives Gandra destacou também que as tratativas para melhorar o orçamento da JT são contínuas no Congresso Nacional e no Executivo, junto à Secretaria de Orçamento e Finanças (SOF).

Neste sentido, o presidente do TST convidou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para uma reunião com os ministros do TST e com os presidentes dos TRTs para explicar a situação orçamentária atual e as perspectivas para o próximo ano, bem como para tirar dúvidas dos magistrados.

A reunião ocorrerá na tarde desta quarta-feira (19), ás 16 horas, no TST.

Fonte: CSJT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: